Mano Menezes voltou ao Corinthians como retranqueiro?

Padrão

05fev2014---tecnico-mano-menezes-leva-as-maos-a-cabeca-durante-partida-contra-o-bragantino-1391652566109_615x300[1]

Mano Menezes voltou ao Corinthians para a disputa da atual temporada. No Paulistão, teve muitos problemas, principalmente defensivos. O ápice talvez tenha sido na derrota por 5 a 1 para o Santos, que escancarou a necessidade urgente de resolver esta questão. Agora no Brasileirão, ficou a dúvida: o treinador virou retranqueiro?

O Corinthians tem a melhor defesa do Campeonato Brasileiro ao lado do Santos. Ambos sofreram apenas um gol em quatro partidas. Mas o Timão teve méritos de ter a defesa vazada apenas no último jogo, quando foi vazado por Luis Fabiano no segundo tempo.

Mano tem se tornado retranqueiro neste retorno ao Corinthians. E defendo esta tese com o argumento de que esta retranca existe muito mais na mentalidade do que no esquema tático. Afinal de contas, é difícil argumentar que um time é retranqueiro com um lateral como o Fagner em campo…

Acesse a página do blog do Renan Prates no Facebook

O Corinthians tem atuado no Brasileirão de uma forma excessivamente cautelosa. O Timão tem conquistado pontos importantes com isso, mas acredito que perde oportunidades de pontuar ainda mais. Contra o São Paulo, por exemplo: por que recuar tanto? Para sofrer o gol de empate?

Outro exemplo que me chamou atenção foi contra o Atlético-MG. O Galo atuava fora do Independência e estava visivelmente desfocado no Brasileirão, pois ainda estava na disputa da Libertadores. E o Corinthians, que só pensava no Nacional, saiu de lá satisfeito com o empate, mas perdendo uma grande oportunidade de se impor e sair vencedor.

Entendo o que faz Mano Menezes ser cauteloso nesta nova fase do Corinthians. Numa fase de transição brusca como essa que o Timão está vivendo, talvez seja bom ‘fechar a casinha’. Mas esta nova fase não condiz com as tradições do clube.

Texto originalmente publicado no site Torcedores.com. Seja um colaborador!

Crédito da foto: UOL

Por que o Muricy tem birra com os atletas jovens?

Padrão

Muricy_Rubens-Chiri_saopaulofc.net_-615x400

Texto originalmente publicado no site Torcedores.com. Seja um colaborador!

Muricy Ramalho voltou a destilar a sua raiva nos atletas jovens. O treinador do São Paulo deu uma senhora bronca no menino Boschilla após o fim do clássico contra o Corinthians na Arena Barueri. Chegou até a entrar em campo. Precisava de tudo isso? Não é a primeira vez que Muricy faz algo do tipo. Por que tanta birra com os jovens?

“Aqui não é juvenil, não é amador, é profissional! Nós tomamos gol por causa dessa função (cobrir a lateral). Se ele entra ali, ele tem de cumprir isso. Aqui não é Cotia, não. Ele não está em Cotia! O negócio aqui é grande. Não pode entrar tão desligado. A bola está lá e ele está em cima do Pabón fazendo o quê? Os meninos que saem de lá precisam estar mais concentrados, não pode entrar mais ou menos. Tem de ser ligado”, justificou o treinador após a partida em coletiva de imprensa.

Vamos levar em consideração que Muricy tenha motivos para ficar irritado. Que Boschilla realmente entrou desligado. Agora…precisava desse show? Entrar em campo? Dar bronca pra todo mundo ver e ouvir? Submeter o menino a uma crucificação? Vou além…será que Muricy agiria dessa forma com Luis Fabiano e Rogerio Ceni? Duvido.

Acesse a página do blog do Renan Prates no Facebook

Certo, a meu ver, foi o Ganso, que tirou Boschilla de perto de Muricy. Roupa suja se lava em casa, já diz o ditado: “É um menino de qualidade, mas é garoto. Ele vai aprender. Tirei o Muricy para ele dar bronca dentro do vestiário”, disse o meia aos repórteres logo depois.

Não é a primeira vez que Muricy faz isso. Quando estava no Santos, o treinador logo chegou dizendo que os garotos da base vinham com “defeito de fábrica”. Ele não se cansou de pegar no pé do meia Felipe Anderson até o menino ser transferido para a Lazio.

Por que Muricy é tão ranzinza com a base? Porque é mais fácil trabalhar com jogadores que já estão prontos. E é muito mais fácil dar bronca e pegar para cristo quem não está preparado para reagir.

Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Kleina foi demitido, mas era o menor dos problemas do Palmeiras

Padrão

21set2013---tecnico-do-palmeiras-gilson-kleina-caminha-antes-da-partida-contra-o-sport-1379794266518_615x300[1]

Texto originalmente publicado no site Torcedores.com. Seja um colaborador!

O Palmeiras anunciou de forma oficial que Gilson Kleina não é mais o treinador do clube. A queda dele não chega a ser uma surpresa, assim como a constatação de que era o menor dos problemas.

A diretoria do Palmeiras tem se mostrado bastante perdida em todos os processos decisórios do clube. O diretor José Carlos Brunoro veio a público logo após a derrota para o Sampaio Correa na tentativa de acalmar os ânimos. Ele chegou a dizer que a tendência era de continuidade do trabalho. Horas depois, o site oficial informou a demissão do treinador.

Acesse a página do blog do Renan Prates no Facebook

Kleina errou em algumas decisões? Errou. Mas o elenco, que já tinha deficiências, perdeu ainda mais qualidade com a saída de Alan Kardec, que em muitas oportunidades atuava como uma espécie de ‘salvador da pátria’ do Palmeiras. Valdivia, que ganha R$ 700 mil por mês, mal consegue engatar uma sequência de jogos. Bruno César chegou como grande contratação e ainda sofre com problemas físicos.

E agora, quem deve vir? Já existe pressão por Vanderlei Luxemburgo. Não acho uma boa, pois ele só gosta de trabalhar com medalhões. Penso que o Palmeiras deve optar por novos nomes no mercado, como Guto Ferreira e Doriva, que estejam preparados para tirar muito dos atletas que a diretoria conseguirá contratar nessa política de contrato de produtividade. Se tiver que sonhar alto, que espere Gerardo Martino sair do Barcelona e ficar disponível para o futebol sul-americano. Se tiver que escolher alguém com mais experiência no mercado, que traga Dorival Júnior, cuja família tem identificação com o Verdão.

E aí, concorda com a demissão de Kleina? Quem você escolheria para o lugar? Comente na caixinha!

Crédito da foto: Rodrigo Capote/UOL

OPINIÃO NO TORCEDORES.COM:
Ricardo Alves: Palmeiras precisa de meio time para não ser rebaixado
Eduardo Gonçalves: Veja por que o Palmeiras deve apostar em Luxemburgo/a>
Matheus Adami: Trocar de técnico não é solução para o Palmeiras