A gangorra dos times e a loucura do calendário

A loucura do calendário do futebol brasileiro segue firme e forte em 2021. E proporciona uma gangorra de emoções e de ‘análises miojo’, principalmente no futebol paulista – um cenário que não permite ter qualquer avaliação razoável sobre os trabalhos dos treinadores. Vamos ao exemplo deste homem da foto acima. Vagner Mancini comandou o CorinthiansContinuar lendo “A gangorra dos times e a loucura do calendário”

Publicidade

Cuidem do produto futebol

Quando o produto futebol vai ser melhor gerido no Brasil? Quando as federações e clubes vão tratar o esporte como um espetáculo que precisa ser proporcionado da melhor maneira possível para quem assiste? Será que nutrir esse tipo de esperança me faz ser uma pessoa que acredita em conto de fadas? Quando olho para oContinuar lendo “Cuidem do produto futebol”

Palmeiras precisa lembrar que é gigante

O Palmeiras teve mais uma eliminação em sua trajetória. A derrota diante do Ituano em casa na semifinal do Paulistão causa frustração pela boa campanha que a equipe vinha fazendo durante a competição, mas também pela constatação de que o Verdão não tem conseguido neste novo século desempenhar o papel de gigante no futebol brasileiroContinuar lendo “Palmeiras precisa lembrar que é gigante”

Técnicos estão se estressando no banco. E culpam os médicos

O que Muricy Ramalho e Oswaldo de Oliveira tem em comum além de serem técnicos? Eles tem chamado a atenção por se estressarem no banco de reservas. E ambos encontraram o mesmo ‘culpado’ para este problema: os seus respectivos médicos. “Quero pedir desculpa a todos. Isso normalmente não acontece comigo. Recentemente meu médico falou: ‘NãoContinuar lendo “Técnicos estão se estressando no banco. E culpam os médicos”

Contra o imediatismo no futebol: adote esta causa

Nesta semana, aconteceram dois fatos que me deixaram intrigado e chamaram a minha atenção para o óbvio: como somos imediatistas em algumas análises ligadas ao futebol. Por isso, lhe peço: adote esta causa contra este movimento. Vamos descrever as situações. A primeira ocorreu com Paulo Henrique Ganso, que foi duramente criticado por muitos quando MuricyContinuar lendo “Contra o imediatismo no futebol: adote esta causa”

Você levaria um filho para um clássico no estádio? Eu não

Os dias passam e as histórias de violência nos estádios e fora deles são as mesmas. Só mudam os personagens. E o final é o mesmo: mortes de torcedores e inoperância do poder público. Diante de um quadro como esse, faço uma pergunta: você levaria um filho seu para ver um clássico no estádio? SeContinuar lendo “Você levaria um filho para um clássico no estádio? Eu não”

Análise de um ano para se esquecer no futebol brasileiro e o meu muito obrigado

No último post de 2013, nada como fazer uma retrospectiva. Fico com a certeza de que, no futebol brasileiro, foi um ano para se esquecer. Afinal de contas, como num mesmo ano conseguimos reunir episódios como a tragédia de Oruro, a barbárie de Joinville, seguidas mortes nas obras da Copa do Mundo e o pastelãoContinuar lendo “Análise de um ano para se esquecer no futebol brasileiro e o meu muito obrigado”