O legado de Cuca para Holan

Reprodução/Twitter

Tudo indica que Ariel Holan deve ser confirmado até o final desta semana como novo técnico do Santos para a temporada 2021. Antes de falar sobre o novo treinador, prefiro comentar sobre o legado que Alexi Stival, o Cuca, deixa para o Peixe.

É inegável que Cuca teve méritos no comando do Santos. Mas um deles salta muito aos olhos de quem acompanhou o time mais de perto neste ano: Cuca fez o grupo acreditar que era capaz. É claro que uma conjunção de fatores ajudou a colaborar para uma ‘tempestade perfeita’ neste aspecto, tais como:

  • Clube em crise financeira
  • Transferban, como consequência desta crise, impediu o Santos de contratar
  • Cuca ficou impedido de sugerir contratações tão ruins como as que ele sugeriu na segunda passagem pelo clube (Laércio foi a única exceção, pois foi contratado no intervalo entre duas punições).

Sem opções, Cuca se viu obrigado a trabalhar com o elenco que tinha. E foi aí que mostrou o seu principal mérito, que até excedeu o seu trabalho como treinador: ele muitas vezes foi supervisor (convencendo atletas a não processar o Santos), outras diretor de futebol (indicando reforços), outras coaching (motivando a equipe), e assessor de imprensa (cuidando do que seria divulgado para a mídia).

Além do desempenho fora dos gramados, Cuca mostrou méritos na armação do Santos: construiu um time vibrante e ofensivo. O treinador conseguiu potencializar jogadores como Alison e Kaio Jorge, que se tornaram vitais para o seu esquema tático.

O resultado veio: antes visto como ‘quarta força do Estado’ ou time que estava fadado ao rebaixamento, o Santos mostrou a sua grandeza ao fazer uma campanha histórica que culminou no vice-campeonato da Libertadores com um gol sofrido aos 53min do segundo tempo.

Mesmo com um baque tão grande na temporada (a perda do título), Cuca superou a sua fama de depressivo (nestes momentos) e conseguiu fazer o Santos reagir no Brasileirão. Com uma sequência de quatro jogos sem derrota (duas vitórias e dois empates), o Peixe está muito perto de se garantir na Pré-Libertadores, o que facilitaria muito a vida de Ariel Holan nesta temporada.

Mas independente deste resultado, o maior legado Cuca deixa para Holan é o elenco do Santos. Um time jovem, motivado, brigador e com muito potencial de desenvolvimento para o futuro. O Peixe tem uma base pronta para trabalhar, o que já é um grande passo. Só falta a torcida ter paciência e não cobrar do novo técnico um título desde o primeiro minuto.

5 comentários em “O legado de Cuca para Holan

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: