10 perguntas para Cuca (e um agradecimento)

Queria começar este texto com um agradecimento a Alexi Stival, o Cuca. É inegável o valor dele na campanha que o Santos fez na Libertadores. Encontrou um cenário de terra arrasada, com os jogadores e a torcida desacreditados, dívidas e mais dividas (#transferbannomuro) e conseguiu reverter. O Peixe ‘ressurgiu das cinzas’ após o seu comando. Teve vitórias históricas contra adversários do calibre de Grêmio e Boca Juniors. Fez muita coisa para se orgulhar na competição. Com ele, o Santos relembrou o seu gigantismo.

Mas tudo leva a crer que a terceira passagem de Cuca pelo Santos está cada vez mais perto de um fim. Antes de falar de nomes para substituí-lo, gostaria de deixar perguntas que, a meu ver, separam a avaliação do seu trabalho de bom para ótimo.

Cuca teve uma série de ‘derrapadas’ no momento que o Santos mais precisava na temporada. E a expulsão na final contra o Palmeiras deixou muitas perguntas a serem respondidas (se alguma das perguntas abaixo foi respondida e eu não percebi, por favor me avisem):

  1. Por que colocou Wellington Tim em campo na final da Libertadores sendo que ele nem tinha 90 minutos em campo pelo profissional?
  2. Por que nem sequer relacionou Wellington Tim pelo Brasileirão dois jogos depois, relacionando Wagner Palha e Alex, que poderiam ser opções viáveis no segundo tempo contra o Palmeiras?
  3. Se o John não se recuperou completamente da covid, por que ele jogou a final da Libertadores, o jogo mais importante da temporada?
  4. Por que abdicou do ataque contra o Palmeiras sendo que as duas melhores experiências na Libertadores foram quando o Santos não abdicou do ataque em nenhum momento? (Santos e Grêmio na Vila)
  5. Por que colocou jogadores no segundo tempo da final em posições diferentes das quais eles estão acostumados a jogar? (Kaio Jorge foi meia, Lucas Braga foi centroavante e Madson atuou no meio do campo – só para citar três exemplos)
  6. Por que Laércio segue como titular, sendo que claramente ele não tem nível para jogar no Santos?
  7. Por que o Ângelo não recebe mais minutos?
  8. Por que a insistência em nomes como Jean Mota, Arthur Gomes e Taílson, que merecem buscar a felicidade em outro lugar?
  9. Por que o Santos, quando tinha superioridade numérica no segundo tempo contra o Atlético-GO, achou que a solução era cruzar QUARENTA E SEIS bolas na área do rival?
  10. Por último, o mais importante: como fazer o torcedor acreditar que o clube tem forças para buscar a vaga na Libertadores 2021 se você mesmo dá mostras de que está esgotado e psicologicamente abalado com o vice da Libertadores?

Se as perguntas forem respondidas, este texto será atualizado no momento oportuno.

2 comentários em “10 perguntas para Cuca (e um agradecimento)

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: