Cinco declarações que fizeram a seleção ‘queimar a língua’ na Copa

Padrão
Getty Images

Getty Images

O vexame sofrido pela seleção brasileira contra a Alemanha, na última terça-feira, fez algumas declarações antigas dos integrantes da comissão técnica ganharem mais proporção.

LEIA MAIS:
Sete táticas de Felipão que se mostraram ultrapassadas na Copa

Sete motivos da maior humilhação da seleção na história da Copa
Sete erros da seleção brasileira que foram escancarados no vexame histórico

Confira cinco declarações que fizeram a seleção ‘queimar a língua’ na Copa:

Otimismo de Parreira: “Numa Copa a primeira coisa a fazer é ganhar fora do campo, na logística, no relacionamento com a torcida, a imprensa. Com tudo nós já estamos com uma mão na taça”.

Felipão detona críticos e defende Parreira: ““Eu sempre fiz isso, gente. Não vou ser pautado por A ou B. Vou fazer do meu jeito. Gostou, gostou. Se não gostou vai para o inferno”.

Acesse a página do blog do Renan Prates no Facebook

O inferno de Marin: “Nós estamos no purgatório. Se vencermos a Copa, chegamos ao céu. Se perdermos, no inferno”.

Parreira bajula CBF: “A CBF é um exemplo para o Brasil. É o Brasil que deu certo, que dá certo. É muito bem organizada”.

Marcelo está sempre bem: “Me encontro bem. Antes dos dois jogos da Copa eu também me encontrava. Antes dos dois amistosos também me encontrava bem. Na final pelo Real Madrid também. Ah, me encontro bem agora também”.

Crédito da foto: Divulgação

Texto originalmente publicado no site Torcedores.com. Seja um colaborador!

Anúncios

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s