Santos vai bem no ataque. Mas tem alguns problemas

Padrão

o-tecnico-oswaldo-de-oliveira-tem-dois-reservas-em-ascensao-no-santos---rildo-e-lucas-lima-1394169138231_615x300[1]

Time de melhor campanha no Paulistão até aqui, o Santos vem apresentando um desempenho acima da média na primeira fase da competição. O ataque, principalmente, está bem. Mas o time comandado pelo técnico Oswaldo de Oliveira ainda tem problemas que podem atrapalhar na segunda fase.

O principal deles é a defesa. Sem Edu Dracena e Gustavo Henrique, que seriam os titulares, mas só devem voltar depois da Copa do Mundo, o Santos tem dificuldades com Jubal e Neto no setor. Os laterais titulares, Cicinho e Mena, tem muito mais vocação ofensiva do que defensiva. E o time conta apenas com Arouca na proteção da defesa.

Os números, neste caso, enganam, pois o Santos é a segunda defesa menos vazada do campeonato, mas quem vê uma partida inteira do time sabe que, principalmente por ser ofensivo, o Peixe em muitos momentos do jogo oferece o contra-ataque ao adversário, que não tem aproveitado as oportunidades que cria por ineficácia dos ataques ou a boa fase do goleiro Aranha.

Confira também no blog:

A palavra é dele: ex-santista diz que título brasileiro de 95 do Botafogo foi armado

Jean Chera e a supervalorização dos atletas na base

Já o ataque vai muito bem. Já são quatro goleadas com cinco gols marcados (Corinthians, Mogi Mirim, Bragantino e Botafogo-SP) e uma com quatro gols feitos (Oeste). No total são 34 gols em 13 jogos, o que dá a excelente média de 2.6 gols por partida.

Mas mesmo com números tão expressivos, o Santos em algumas oportunidades tem demonstrado problemas no setor de criação, que podem ser explicados pela formação ofensiva adotada por Oswaldo sem um meia de origem. Gabriel e Cícero tem se revezado nesta função, mas não são criativos.

Leandro Damião começou a fazer gols e a mostrar entrosamento com o grupo, mas é nítido que o Santos ainda está numa fase de adaptação ao esquema com centroavante de ofício, o que pode gerar momentos de dificuldade na reta final da competição.

Oswaldo de Oliveira faz um bom trabalho no Santos. Isto é inegável. Mas precisa corrigir algumas falhas do time para ser campeão paulista. Não sei se o treinador conseguirá resolver isto a tempo.

Crédito: Ivan Sorti/Divulgação/Santos FC

Em tempo:

Oswaldo expõe preocupação com goleadas e não vê Santos “pronto” em 2014

Acompanhe tudo sobre o Santos no UOL Esporte

Veja a lista das matérias que fiz pelo UOL na minha página pessoal

Anúncios

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s