Jornalista deve revelar o time que torce?

Padrão

chico-lang-comentarista-da-tv-gazeta-1308108499231_615x300[1]

A pergunta feita no título acima é um dos grandes dilemas do jornalismo esportivo. Ela divide opiniões entre os profissionais de imprensa.

Muitos dos jornalistas que não declaram para que time torcem temem sofrer represálias dos torcedores rivais. Este temor ficou ainda maior após 2012, quando a Revista VIP ‘entregou’ o time de coração de vários profissionais de imprensa.

O UOL Esporte fez uma enquete com os internautas para saber se eles acham que os jornalistas esportivos devem revelar os seus times de coração. Curiosamente, 82% de 15 mil pessoas responderam sim para a pergunta.

Cheguei a repercutir o tema entre os profissionais de imprensa enquanto fazia uma série de entrevistas para o UOL Esporte Vê TV. Veja as respostas que colhi e perceba o quanto o tema gera discórdia.

Paulo Morsa – comentarista da Rádio Tranamérica
“Necessariamente não precisa isso. É um rótulo que te atinge, não tem dúvida. Rótulo que te pega na primeira esquina. É só enaltecer mais ou falar mal de um time que já te rotulam como torcedor. Acho que não precisa dizer para que time torce. Naturalmente vão assimilando, conhecendo. Não precisa chegar no microfone e dizer: torço para tal time, desnecessariamente”.

Chico Lang – comentarista da TV Gazeta
“Depois de 22 anos de televisão fazendo tipo corintiano, sou muito bem recebido em qualquer lugar. Hoje a torcida sabe que se trata de um personagem e respeita. Vi que não foi pênalti do Sheik domingo passado, mas falei para provocar. O torcedor entendeu que é um tipo que eu faço”. “[Os rivais] Me tratam muito bem. Acostumaram com o personagem, respeitam isso. Sou transparente. Muita gente torce para um clube e não fala. Eu assumo, eu falo”.

PVC – comentarista da ESPN Brasil
“Costumo dizer que não digo para que time eu torço, a não ser que me pergunte”.

Particularmente, estou com o PVC. Não me incomodo em responder para que time eu torço, desde que perguntem. Sei que essa atitude me faz correr riscos, mas não interfere no meu trabalho, pois já usei muitas vezes este espaço para criticar meu time de coração.

Crédito da foto: Reprodução de TV

Relembre o post:
Jornalismo esportivo me fez torcer muito mais por pessoas do que por agremiações

Em tempo:
PVC refuta obsessão por estatística e se diz normal: “namoro, tomo cerveja”

Chico Lang assume personagem corintiano e diz que não iria para Globo

Paulo Morsa elogia Casagrande e Edmundo: “únicos que acrescentam alguma coisa”

Veja a lista das matérias que fiz pelo UOL na minha página pessoal

Anúncios

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s