Cinco razões para o Santos terminar uma temporada sem títulos após três anos

Padrão

Claudinei

A não ser que aconteça uma hecatombe no Campeonato Brasileiro, o Santos terminará a temporada de 2013 sem títulos pela primeira vez após três anos seguidos de conquistas. O torcedor santista, que ficou mal acostumado e na expectativa de mais uma taça, provavelmente terminará o ano tentando saber o porquê de tantos insucessos num mesmo período.

Na tentativa de facilitar esta tarefa do torcedor, elenquei cinco motivos para tentar explicar a temporada para se esquecer do Santos em 2013.

1. Neymardependência – Estratégia que funcionou até o ano passado ficou falha neste ano. Sem boas opções de coadjuvante, Neymar pouco pôde fazer para conduzir o Santos a mais um título e acabou se transferindo para o Barcelona.

2. Demora para trocar de treinador – O Santos foi aos trancos e barrancos até a final do Campeonato Paulista, o que prejudicou a percepção da diretoria de que a química com Muricy Ramalho não era mais a mesma e era hora de trocar de filosofia. A demora comprometeu o início da equipe no Brasileirão.

3. Demora para efetivar Claudinei – Sempre de olho nas opções do mercado, a diretoria do Santos demorou para dar confiança e respaldo ao trabalho de Claudinei Oliveira, que se mostrou disposto a conquistar resultados com uma postura muito defensiva da equipe em campo, diferente do tão propagado DNA santista. O Santos por mais de uma vez sofreu o empate e perdeu pontos no Brasileirão por abdicar de atacar para segurar o resultado.

4. Demora para sacar os medalhões do time titular – O zagueiro Gustavo Henrique e o lateral esquerdo Mena já pediam passagem no time titular há muito tempo, mas Claudinei Oliveira, talvez por medo de perder o controle do grupo, demorou para tirar Durval e Léo do onze inicial.

5 – Falta de um substituto para Montillo e um centroavante – O elenco do Santos é bom, mas tem deficiências. Durante a temporada inteira, nenhum centroavante conseguiu se firmar no time titular. Alguns foram contratados e até já dispensados, como é o caso de Henrique, que foi para a Portuguesa. Montillo começou a jogar bem, mas sentiu o desgaste da temporada e sofreu com lesões. Na sua ausência, Claudinei sofreu para achar o substituto ideal.

E você, concorda com as cinco razões? Gostaria de acrescentar mais? Comente!

Crédito da foto: Santos FC/Divulgação

Em tempo:
Acompanhe tudo sobre o Santos no UOL Esporte

Veja a lista das matérias que fiz pelo UOL na minha página pessoal

Anúncios

16 comentários sobre “Cinco razões para o Santos terminar uma temporada sem títulos após três anos

  1. Um post muito “calmo” para a merda que está o santos, acho que voce esta sendo muito neutro pelo o que esta acontecendo. A insistencia com o everton costa é um dos problemas, a contrataçao também ridicula do renato abreu, um inutil, é outra, claudinei oliveira não muda a equipe, deixa o time jogar mal e não esta nem ai(talvez porque ele seje ruim). O santos nem sequer contratou um jogador BOM com a verba do Neymar Aranha um goleiro gordo, time sem vontade, torcida não apoia, talvez uma das mais fracas do brasil. O santos esta uma merda e esta longe de melhorar. Esperamos por um novo neymar

  2. Boas razões, Renan. Mas, em maior ou menor grau, são reflexos do descompasso político importante pelo qual o clube passou, que perdurou boa parte do ano, em virtude da inaptidão física do Presidente licenciado LAOR. Esse descompasso impactou diretamente no planejamento do ano, na formação do time com a reposição das peças em campo e extra-campo, como na Administração do clube.

  3. Denys

    Avaliação muito branda . Dizer que a demora para efetivar Claudinei Oliveira foi um dos motivos para estarmos finalizando um ano medíocre, é no mínimo engraçado. EFETIVAR Claudinei Oliveira é só mais um dos milhares de sintomas de um ano totalmente AUSENTE de diretoria / planejamento, que com certeza É a causa raiz de fechar 2013 beirando o ridículo.

  4. Olha, se existem 5 razões para o Santos terminar o ano sem títulos certamente para Corinthians e São Paulo existirão 10, o Claudinei parece ser um bom técnico mais tem que fazer sua carreira fora do Santos para não ser refém dos medalhões, o Léo se auto sacou do time quando anunciou solenemente que só iria jogar no meio de campo, o Durval esta com saída anunciada então sacou quem ???, o time do Santos não é melhor nem pior do que os outros esta mau dirigido tanto o time como a administração, tem muita gente encostada lá, tem que lançar todos os garotos pois o que tem no mercado é somente refugo que são dispensados e ai vem ganhar altos salários e não jogar nada (VIDE O QUE ACONTECEU COM O CORINTHIANS)

  5. Joao Octavio

    Terminar uma temporada sem títulos não quer dizer que o time foi de um todo ruim, acho que foi muito bem no 1º semestre até a final do Camp. Paulista por exemplo. Concordo com os 5 pontos citados, só não concordo com a seguinte frase “O Santos foi aos trancos e barrancos até a final do Campeonato Paulista”, pois na fase de classificação o Santos ficou na frente do Corinthians (o campeão), e eliminou o Palmeiras nas quartas, chegou com autoridade na final e pegou um adversário com um elenco montado há anos e experiente, natural perder já que o Santos mudou vários jogadores esse ano.

  6. Concordo com os cinco pontuais elencados. Acho que houve erros nas contratações e que o Claudinei teve problemas com os ditos ‘medalhões’, contudo, qual técnico em início de carreira não os teria? Creio sim, que os principais problemas do time, assim como de todo o futebol brasileiro esbarra no calendário escravagista e mercenário. Sou Santos, sempre Santos e não vou ficar denegrindo meu time por conta de tudo que anda errado no futebol como um todo.

  7. Aude Lessonier

    Concordo com alguns dos pontos citados no texto. Entendo apenas que o Claudinei não deveria ser nem o técnico interino. Na saída de Muricy já deveria ter sido contratado um bom treinador, com experiência, com autoridade para afastar os medalhões. Não deveria no caso ser somente Durval e Leo. Entraria nesse rol o próprio Dracena que tem errado muito. É evidente que a saída de Naymar enfraqueceu o elenco, mas o que restou não é pior do que o de outros times da série A. O Santos tem um bom elenco. O que o técnico não está sabendo é escalar o time e dar uma sequência na escalação, além de substituir mal e incrivelmente jogar para empatar até na Vila Belmiro. O time precisa de um centro avante, que inexiste desde a saída de Borges. Não entendo uma parte da torcida insistir na escalação de Giva, Neilton, Pedro Castro, Gabi Gol. Todas as vezes em que jogaram não corresponderam. Ainda não estão preparados para serem titulares. Dos atuais jogadores da base só quem aprovou foram Alison, e Leandrinho, pois o Emerson está muito tímido, só fazendo jogadas de lado e de recuo de bola. Já que não tem um bom centro avante, esse técnico cagão que só joga para empatar, deveria escalar o Santos da seguinte forma:Aranha, Cicinho, Neto, Gustavo Henrique e Mena; Arouca, Alison, Leandrinho(ou Rene Junior) e Cícero; Thiago Ribeiro e Montillo. E o mais importante, não ficar mudando de escalação, a não ser em caso de contusão ou suspensão.

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s