Por que não diz quem te traiu, Magnano?

Padrão

Magnano

Muito já foi falado sobre a eliminação vexatória do Brasil na Copa América e o fato de o país pela primeira vez na sua história depender de um convite para conseguir a vaga no Mundial.

Mas eu queria me ater ao discurso do técnico Ruben Magnano reportado pelo colega Daniel Neves no UOL Esporte.

“Nem para elogiar nem para criticar sou uma pessoa que cita nomes. Mas em três ou quatro dispensas, eles haviam falado ‘sim’ para mim”.

“Achava que a presença desses três ou quatro jogadores me dava uma condição de segurança interior, de que poderiam pegar a equipe em suas mãos. Não aconteceu assim, por isso fiquei um pouco abatido com isso. São caras que decepcionaram muito a gente”.

Diante disso, pergunto: por que não diz quem são os ‘três ou quatro’ que disseram sim para você e depois mudaram de ideia? Por que não larga a insinuação de traição e fala de uma forma mais clara sobre o assunto?

Concordo com o ala Guilherme Giovanonni, que disse após a derrota para Jamaica ao repórter Fábio Aleixo, do Lancenet, que não era a hora de jogar m… no ventilador. Mas já que Magnano escolheu esse caminho, por que ele não vai até o fim? Isso me parece pura e simples transferência de responsabilidade.

Dizer que o Brasil perdeu apenas porque teve desfalques (muito significativos, diga-se de passagem) da NBA é analisar o problema de uma forma muito reducionista. Será que o Brasil não perdeu também porque Magnano deixou transparecer aos que estavam lá a sua decepção por não contar com os ‘três ou quatro’ jogadores que lhe disseram sim? Era nítida a falta de confiança dos atletas nos momentos decisivos das partidas.

O time do Brasil perdeu os quatro jogos da Copa América porque não tinha padrão. Não marcava nada, atacava mal, sem inspiração, sem jogada bem executada. Os valores individuais do time atuaram muito abaixo da média. E isso com 50 dias de treino.

A impressão de que Magnano está “jogando para a torcida” fica mais forte quando ele diz que nunca teve pedido de dispensa na Argentina, o que não é verdade. Astro dos Spurs, Manu Ginobilli já pediu para não jogar por causa da NBA, só para citar um exemplo.

Não sou contra Magnano, muito pelo contrário. O acho um dos melhores técnicos do mundo na história recente. Seus feitos com a Argentina foram notáveis, assim como ter terminado em quinto. Mas ele peca em atacar os que atletas que não foram pra Copa América. Até porque o treinador precisará de todos eles se quiser fazer uma boa Olimpíada no Rio de Janeiro em 2016.

Crédito: Reuters/Mike Segar

Em tempo:
Acompanhe tudo sobre basquete no UOL Esporte

Veja a lista das matérias que fiz pelo UOL na minha página pessoal

Anúncios

2 comentários sobre “Por que não diz quem te traiu, Magnano?

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s