Jornalismo esportivo me fez torcer muito mais por pessoas do que por agremiações

Padrão

adilson

Entrei na faculdade de jornalismo em 2002, na Universidade Metodista de São Paulo. Apesar de gostar muito de esportes, não tinha a pretensão inicial de trabalhar na área, o que foi acontecer em 2005, pelo Terra, e de 2007 até hoje, no UOL. Desde então, adquiri o hábito de torcer muito mais por pessoas do que por agremiações.

Claro que torço para o meu time no futebol e no basquete, esportes que mais gosto de acompanhar. Mas aprendi a torcer pelo sucesso das pessoas que merecem, independente delas trabalharem nos rivais do clube do meu coração.

Quando se trabalha com esportes, a gente acaba tendo acesso aos bastidores dos jogos, dos treinamentos dos times, do trabalho dos técnicos, jogadores, diretores. E acaba vendo quem realmente merece da torcida e quem não dá valor a quem o venera.

Vou citar um exemplo para não correr o risco de pagar por ser genérico demais. Tido como Professor Pardal por boa parte do torcedor comum, o técnico Adilson Batista é daqueles profissionais que merecem toda a sorte do mundo. É um cara honesto, muito trabalhador e que segue com afinco as suas convicções.

Posso discordar da sua maneira de ver o futebol em alguns aspectos, mas não posso dizer que ele não entende de futebol. Adilson é um profissional diferenciado da maioria dos técnicos do país, e por isso merece a minha torcida, onde quer que ele esteja.

A profissão me fez torcer menos pelo meu time do coração, admito. Aos poucos, você perde o encantamento ao ver tantas coisas que o desagradam. Mas em contrapartida, o jornalismo esportivo me fez ter exemplos concretos de profissionais que primam pela correção e merecem todo sucesso do mundo. Mas mesmo pelos bons quanto pelos maus exemplos, digo que tem valido a pena.

Crédito da foto: Divulgação

Em tempo:
Veja a lista das matérias que fiz pelo UOL na minha página pessoal:

Anúncios

Um comentário sobre “Jornalismo esportivo me fez torcer muito mais por pessoas do que por agremiações

Gostou do texto? Achou ruim? Dê sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s